Carrinho

Quando o café chegou ao nosso país, em meados de 1720, quem poderia imaginar que nos tornaríamos o maior produtor do mundo? Pois é! Isso quer dizer que o grão é um dos destaques da economia nacional, e muito desse sucesso veio das condições climáticas das regiões cafeeiras do Brasil.

Neste post, você conhecerá as características das principais regiões produtoras de café do Brasil, assim como o tipo de grão produzido em cada uma delas. Acompanhe a leitura!

Chapada Diamantina – BA

A Bahia foi um dos primeiros estados brasileiros a começarem o cultivo e, atualmente, a região da Chapada Diamantina é um dos destaques na produção de cafés especiais. Com altitude em torno dos 850 metros e temperatura amena, o lugar oferece condições ideais para o cultivo do café arábica.

Os grãos produzidos nessa região são de excelente qualidade e um dos diferenciais está na colheita, que é feita de maneira atenciosa para selecionar apenas os maduros. É um café que conta com um sabor aveludado e adocicado, acidez cítrica e notas de melaço prolongadas.

Mantiqueira de Minas – MG

A Mantiqueira de Minas produz excelentes cafés. Tanto que a região já foi premiada muitas vezes e, em 2018, ficou entre as finalistas em um concurso de melhor café especial. Alguns pontos nessa região chegam a 1.400 metros de altitude, e o lugar cultiva cerca de 70 mil hectares de café.

Os cafés de via seca (aqueles cujo processo de preparo preserva a casca) apresentam acidez média-alta, corpo cremoso e alta doçura. Já os de via úmida (com a eliminação da casca e mucilagem) mostram acidez cítrica, corpo denso e notas florais.

Powered by Rock Convert

Cerrado de Minas – MG

Ainda em Minas Gerais, temos mais uma região cafeeira de sucesso: o Cerrado Mineiro. Como o café é colhido no período seco por lá, os grãos não sofrem com a umidade. As estações climáticas bem marcadas e os níveis de altitude, que vão de 800 a 1200 metros, contribuem para a produção de café arábica.

Os cafés produzidos nessa região, que abrange 55 municípios, são intensamente aromáticos com toques de nozes e caramelo. A acidez é delicada, o sabor é adocicado e tem notas de chocolate.

Alta Mogiana – SP

A Alta Mogiana abrange dois estados brasileiros: São Paulo e Minas, sendo quinze municípios paulistas e oito mineiros. A região é uma das principais produtoras do país e, atualmente, corresponde à metade da produção de café do estado de São Paulo.

O lugar é privilegiado por apresentar solo seco e altitudes acima de 800 metros — condições geoclimáticas favoráveis para a produção de excelentes cafés. Além disso, tem um cultivo cuidadoso e focado na qualidade.

Os grãos produzidos nessa localidade fornecem bebidas aromáticas, corpo aveludado e acidez equilibrada. O sabor frutado também é um ponto forte, bem como as marcantes notas de chocolate e nozes.

As regiões cafeeiras do Brasil são áreas privilegiadas pela variedade de clima, altitude e relevo, o que possibilita que o nosso país seja destaque mundial na produção de café. Não é à toa que a atividade cafeeira é o tesouro nacional. Nosso paladar só tem a agradecer!

E aí, gostou de conhecer mais sobre as regiões cafeeiras do Brasil? Essas informações podem ser úteis até mesmo na hora de escolher o café ideal, então compartilhe este artigo nas suas redes sociais para que mais fãs da bebida fiquem por dentro do assunto.

Moka Clube

Moka Clube

Nós garimpamos, nós torramos, nós embalamos; o carteiro cheiroso te entrega, você delira.