Carrinho

Se você é fã de um bom cafezinho, provavelmente conhece ou já ouviu falar da prensa francesa, também conhecida como cafeteira francesa ou french press ou press pot. Ela é famosa por promover uma fusão mais densa entre o café moído e a água, além de permitir que os óleos e sedimentos naturais entrem em contato com a bebida.

E você pensa que precisa ir a algum estabelecimento para degustar uma maravilha assim? Nada disso! Dá para fazer esse café especial em casa mesmo, para aproveitá-lo na sua própria companhia ou quando quiser oferecer aos amigos uma bebida digna de elogios.

Neste post, nós vamos contar tudo sobre o equipamento. Chega mais para saber como ele funciona, como escolher o melhor café para prensa francesa e como preparar a bebida perfeita!

O que é prensa francesa

Foram os franceses Mayer e Delforge os responsáveis pelo lançamento do primeiro projeto da prensa francesa, em 1852. Na época, ela ainda não era como a conhecemos atualmente — o equipamento não tinha o êmbolo. A prensa que usamos hoje em dia surgiu em 1929, criada por um designer italiano.

Ela é um método de infusão, ou seja, os grãos moídos de café entram em contato direto com a água quente, assim como acontece no preparo de chás. O café é feito manualmente, sem necessidade de energia elétrica e de outros materiais como o filtro de papel. Para preparar a bebida na prensa francesa, basta ter água, café e uma xícara.

A prensa contém uma jarra, geralmente de vidro, mas que também pode ser feita de cerâmica ou metal. Na parte de dentro, há um êmbolo com uma peneira e uma tela, que substitui o filtro de papel e é responsável pela separação do pó e da água. A terceira e última peça é um suporte que mantém as outras duas partes unidas.

Diferenciais da prensa francesa

Diferentemente de uma cafeteira comum, o modelo francês tem peculiaridades que deixam o café ainda mais incrível. Confira algumas!

Pode ser usada em casa

Há quem pense que é necessário ir a uma cafeteria para degustar um café de qualidade. Porém, como dissemos, é possível usar a prensa francesa em casa para fazer bebidas deliciosas de maneira tão rápida e fácil quanto o preparo de café liofilizado.

Faz bebidas encorpadas

O café feito nesse equipamento tem sabores complexos e intensos. Ele é mais encorpado, aromático e um pouco mais doce se comparado àqueles em que são usados outros métodos de preparo. Ao contrário dos filtros de papel, a prensa francesa retém alguns óleos e gorduras presentes no café, que são muito importantes para a bebida.

É um método manual

Fazer o café manualmente permite que você controle todos os detalhes do processo, como a temperatura da água e a intensidade do sabor. Por isso, também é importante escolher grãos de qualidade e com a torra adequada — para a prensa francesa, a torra média é a mais indicada.

Não utiliza energia elétrica

A cafeteira francesa funciona manualmente e seu processo é todo mecânico. Assim, você pode preparar uma bebida de qualidade sempre que quiser, sem se preocupar com a conta de energia.

Não precisa de filtro de papel

A prensa francesa pode ser considerada um método ecologicamente correto de preparo de café, já que dispensa o uso do filtro de papel e, com isso, reduz a produção de lixo. Outra vantagem é a presença da tela que substitui o papel, que permite a entrada dos óleos e gorduras já mencionados, que acentuam o sabor.

É de fácil acesso

No passado, esse tipo de cafeteira já foi considerado um item de luxo — era muito comum que os noivos ganhassem o equipamento como presente de casamento. Hoje em dia, é possível encontrar prensas de diversos modelos e com preços para todos os bolsos.

Melhor tipo de café para prensa francesa

O café fino, aquele encontrado em supermercados, não é indicado para esse aparelho. Saiba qual é o melhor tipo de café para prensa francesa!

Grãos de qualidade superior

Para a bebida sair deliciosa, é necessário contar com insumos de qualidade. Além da água, que deve ser pura e fresca, utilize grãos de café de alto padrão — eles garantem uma experiência diferenciada na hora da degustação.

Grãos moídos na hora

Para que o café não sofra oxidação, o ideal é moer os grãos na hora do preparo. Esse processo preserva as características originais do café, como aroma, doçura e acidez. Hoje em dia, é possível encontrar moedores compactos para usar em casa.

Grãos com a moagem correta

Na hora de moer, é muito importante prestar atenção à espessura do pó. Como a tela que substitui o filtro tem espaços maiores, o pó fino pode passar para a bebida. O ideal é moer o grão até uma textura parecida com a da aveia.

Como fazer café na prensa francesa

O processo de preparação da bebida na prensa francesa é simples, mas precisa de alguns cuidados especiais. O principal deles é o uso de produtos de qualidade — tanto o equipamento quanto o grão. Veja um passo a passo de como preparar o café de maneira correta!

Escalde

Essa primeira etapa é opcional. Encha o recipiente com água quente e depois descarte o líquido. O processo preaquece a prensa e evita que a bebida seja comprometida por grandes diferenças de temperatura

Coloque os grãos

Como foi dito, é indicado escolher grãos de espessura média, que lembrem a textura da aveia. Se você ainda não tem noção da proporção ideal entre grão e água, uma boa opção é começar usando 8 g de café para 100 ml do líquido. Depois, pode ir ajustando essas quantidades de acordo com o seu gosto.

Powered by Rock Convert

Aqueça a água

Para que o café seja extraído corretamente, a temperatura da água deve estar entre 85 °C e 95 °C. Não tem termômetro? Aqui vai uma dica para não errar: deixe a água ferver e espere cerca de 40 segundos antes de colocá-la na prensa. Para evitar que a bebida transborde, não encha o equipamento até o limite. Utilize sempre água pura e filtrada para ter melhores resultados.

Aguarde quatro minutos

Depois de misturar levemente a água e o café, feche a prensa e aguarde quatro minutos. A moagem não deve ultrapassar esse tempo, pois isso pode deixar a bebida amarga demais. Nessa etapa, a haste ainda deve permanecer para cima.

Pressione a haste

Agora é a hora de pressionar o êmbolo até que todo o pó seja prensado. Esse processo deve ser feito com delicadeza. A bebida vai fluir para a parte de cima do filtro e estará pronta para ser degustada. Não deixe o café pronto na prensa por muito tempo — ele vai ficar muito amargo por causa do contato com os sedimentos.

Solucione problemas

Se você ainda não tem muita experiência com a prensa francesa, pode ser que seus primeiros cafés não correspondam às expectativas. Isso é uma questão de adaptação, e é fácil de resolver testando proporções. Confira quais são os principais problemas e saiba como solucioná-los:

  • café muito fraco: pode ser que a moagem esteja grossa, então tente moer um pouco mais da próxima vez ou deixar o pó em infusão por mais tempo;
  • café muito forte: em vez de esperar os quatro minutos da infusão, procure servir a bebida em apenas três;
  • café amargo: talvez o seu grão esteja moído demais, então use um pó um pouco mais grosso na próxima tentativa.

Como escolher a prensa francesa ideal

Antigamente, era comum encontrar apenas prensas francesas feitas de vidro ou plástico. Mas o aparelho se popularizou e, hoje, o mercado oferece essas cafeterias em outros materiais, como aço inoxidável e metal. O preço também varia muito, algo entre R$ 50 e R$ 500.

Quer saber como escolher o modelo ideal para você? Continue a leitura e confira alguns critérios!

Materiais

Independentemente do material da cafeteira francesa, fique sabendo que ele não vai influenciar o sabor da bebida, certo? Na hora de comprar, escolha o que mais agradar a você visualmente. Caso goste de levar sua prensa em viagens ou para o trabalho, a gente recomenda evitar os modelos de vidro, pois há mais chances de quebrarem.

Firmeza

Preste atenção ao filtro. Ele deve ser bem justo nas paredes da jarra, a fim de evitar que o pó passe pelas laterais. O êmbolo também precisa ser firme e apresentar certa resistência ao ser empurrado para baixo. Todas essas características contribuem para um café de maior qualidade.

Tamanho da tela

Lembra que nós explicamos que essa cafeteira dispensa o uso do filtro de papel porque tem uma tela metálica? Pois observe esse item ao escolher um modelo. Ele separa o pó da água quando o êmbolo é empurrado — portanto, quanto mais fina for a tela, melhor. Isso vai evitar que seu café fique com pedacinhos de pó e com aquela borra no final da xícara. Esses resíduos são os responsáveis por deixar a bebida mais amarga.

Capacidade

O mercado dispõe de cafeteiras com capacidade para fazer, em média, de três a oito xícarasde 300 ml a 1 l, aproximadamente. Antes de adquirir a sua, avalie o uso que vai dar ao equipamento. Se toda a família gosta da bebida, os modelos maiores são os mais adequados. Se só quem vai aproveitar é você, os menores dão conta do recado.

Acessórios

Há equipamentos que são vendidos sozinhos, enquanto outros vêm com alguns acessórios, como filtros de reposição, canecas e colheres de medida. Tenha em mente que todos esses itens podem ser bastante úteis, mas não são imprescindíveis para o bom funcionamento da prensa nem para o preparo do café. O produto também pode sair mais caro por causa deles.

Limpeza

Dê prioridade a modelos fáceis de limpar, como os que podem ser colocados em máquinas de lavar louça. Como é preciso fazer a limpeza sempre que você terminar de usar o equipamento, o ideal é que esse processo não seja muito trabalhoso.

Cuidados com o equipamento

Para que a sua cafeteira dure mais tempo e funcione melhor, alguns cuidados fazem muita diferença. Veja quais são!

Lavagem inicial

Depois que a cafeteira estiver fria, remova todo o café do compartimento com as mãos ou com uma espátula — se preferir a segunda opção, use um utensílio de material que não risque a sua prensa. Encha a jarra de água e adicione algumas gotas de detergente. Em seguida, empurre o êmbolo algumas vezes, até remover todos os resíduos. Para terminar, descarte a água com sabão e enxágue a peça.

Limpeza completa

Para uma limpeza mais profunda, é necessário desmontar a cafeteira depois da lavagem inicial para higienizar as peças individualmente. Desenrosque o parafuso do final da haste e retire a tela metálica, que precisa estar sempre bem limpa.

A limpeza completa pode ser realizada tanto com sabonete líquido quanto com bicarbonato de sódio. Se escolher o segundo, misture-o com água para formar uma pasta e aplique em todas as peças, uma por uma, com o auxílio de uma esponja macia. Também é possível limpar com vinagre diluído em água em partes iguais, uma solução que remove aqueles resíduos mais difíceis de sair.

Para finalizar, é comum fazer um último enxágue com água quente. É algo dispensável, mas que auxilia na higiene correta. Se você achar melhor, pode seguir essa etapa com menor frequência — uma vez por mês, por exemplo.

Frequência de limpeza

Tem gente que prefere fazer só a lavagem inicial no dia a dia, para economizar tempo. Esse costume não vai prejudicar a sua cafeteira a curto prazo. Caso prefira adotar essa prática, não se esqueça de realizar a limpeza completa pelo menos uma vez por semana para evitar o acúmulo de resíduos na prensa.

Sem dúvida, essa cafeteira é um utensílio que qualquer coffee lover gostaria de ter em casa para preparar aquele cafezinho especial de forma simples e rápida. Agora que você já sabe como escolher o café para prensa francesa, que tal começar a usá-la para degustar bebidas com sabores e aromas incríveis?

Entre em contato conosco para garantir a sua cafeteira e conhecer melhor o nosso serviço de assinatura.

Moka Clube

Moka Clube

Nós garimpamos, nós torramos, nós embalamos; o carteiro cheiroso te entrega, você delira.