Carrinho

No café da manhã, no fim de uma tarde nublada, para oferecer aos amigos… Para cada ocasião, um café perfeito sempre é uma boa pedida. Porém, não é preciso ficar sempre na versão convencional, pois existem diferentes métodos de preparação que trazem um toque especial à sua bebida preferida.

Você quer conhecer melhor sobre esses tipos de preparo? Então, continue acompanhando a leitura deste material e veja 5 métodos diferentes!

Espresso

Esse método de preparo é simplesmente um clássico e ocorre por meio da pressão. Os grãos são moídos na hora e submetidos a uma força de 9 bar no filtro da máquina de espresso. Além disso, a água deve estar por volta de 90 °C de temperatura durante aproximadamente 30 segundos.

Trata-se de um café encorpado e rico em sabores e aromas, com espessura consistente e sabor marcante.

Melitta

O método de preparo de café por meio de filtros de papel é um dos mais comuns no Brasil. A técnica é bastante prática e você só precisa colocar o café no filtro, seguido de um pouco de água quente para a pré-infusão e esperar cerca de 30 segundos. Depois, basta adicionar o resto da água de forma contínua.

O café que passa por esse tipo de processo costuma ser mais leve, pois o coador retém todos os sólidos. Além disso, é uma bebida doce e com acidez acentuada.

Hario V60

O filtro Hario v60 é semelhante ao Mellita, porém conta com uma abertura maior e com uma espécie de “ranhura” em forma de espiral.

Esse método de preparo tem início com o escaldamento do filtro com água quente, para que tudo fique na mesma temperatura. Depois, coloque os grãos moídos e inicie o processo de pré-infusão com a água em temperatura de 92 °C a 96 °C. Após 45 segundos, adicione o resto da água em movimentos circulares.

Powered by Rock Convert

O resultado é uma bebida adocicada e com sabor suave, mas com a presença das nuances mais delicadas do café.

Moka Italiana

Para preparar um café na Moka Italiana, você deve adicionar a água na base do equipamento até a válvula de segurança. O grão do café deve ter moagem média e ser inserido no compartimento adequado. Quando a água aquece, ela entra em contato com o pó e ambos são impulsionados para a parte superior da cafeteira.

Existem diversos tamanhos e modelos de moka e o café preparado nela é encorpado, intenso e tem um final marcante.

French Press

Com a cafeteira french press, também conhecida por “prensa francesa”, a filtragem é feita por separação dos sólidos do liquido. Nela, a moagem deve ser mais grossa, uma vez que o utensílio não utiliza filtro de papel e sim uma tela fina.

O primeiro passo para fazer café nesse tipo de prensa é colocar o pó no béquer e, em seguida, adicionar parte da água quente. Depois, adicione o restante e espere até 4 minutos para o processo de infusão. Passado esse tempo, misture com uma colher e empurre o êmbolo, responsável pela filtragem.

Essa técnica extrai todo o sabor do café, pois conserva seus óleos essenciais — o que resulta em uma bebida suave e rica em características aromáticas.

Conclusão

Neste material, foi possível observar que cada método de preparação dá ao café características diferentes, capazes de realçar sabores e aromas, deixando a bebida favorita do brasileiro ainda mais especial.

É importante ressaltar que não existe melhor nem pior técnica, mas sim aquela adequada à sua vontade. Porém, é claro que, para chegar a resultados incríveis, torna-se necessário ficar atento à moagem ideal para cada preparo, além da qualidade do café e dos utensílios utilizados.

Pronto, agora você já conhece os principais métodos de preparo de café! Então, está preparado para receber os amigos em casa e apreciar um café saboroso, rico em aromas e moído na hora!

Moka Clube

Moka Clube

Nós garimpamos, nós torramos, nós embalamos; o carteiro cheiroso te entrega, você delira.